DOUTRINA CATÓLICA X DOUTRINA DA CNBB – CAPITALISMO, PROPRIEDADE PRIVADA E “JUSTIÇA SOCIAL”

DOUTRINA CATÓLICA X DOUTRINA DA CNBB – CAPITALISMO, PROPRIEDADE PRIVADA E “JUSTIÇA SOCIAL”

DOUTRINA CATÓLICA X DOUTRINA DA CNBB – CAPITALISMO, PROPRIEDADE PRIVADA E “JUSTIÇA SOCIAL”

A CNBB (e os partidos de esquerda) ensina que: O capitalismo é mal pois gera “injustiça social”, exclusão, e faz acumular as riquezas nas mãos de poucos em detrimento de uma maioria explorada; que a propriedade privada é um obstáculo à “justiça social”, a qual basicamente consistiria em tirar de quem tem mais para dar a quem tem menos… Por isso são contra a Economia de Livre Mercado e o Agro Negócio, olhando os empresários com desconfiança, em geral, como pessoas injustas, pois se prosperaram foi às custas da exploração do trabalhador, etc, etc, etc…

A DOUTRINA CATÓLICA ensina que:
– A propriedade privada é sagrada e decorrente do direito natural (Papas Leão XIII, Pio XI, Pio XII, João XXIII e outros);
– O Capitalismo, enquanto economia de mercado não é algo mal, mas pode proporcionar a sadia geração de riquezas que a todos beneficia.
-Que, o que é condenável, caso venha a existir, é a exploração injusta ou a instrumentalização do ser humano, o consumismo e o amor desordenado ao dinheiro;
– Que o empreendimento e o enriquecimento são coisas boas, desde de que de modo lícito.

Jesus era pobre e sempre viveu de maneira pobre, por própria opção, mas jamais condenou alguém por ser rico ou possuir bens materiais. Ele condenou o apego que leva a avareza e
o egoísmo.

A Igreja NUNCA pregou o “igualitarismo”, pois sabe que a desigualdade (referente a bens materiais e acidentais) é algo natural, porém condena a injustiça, a ganância e a exploração e fomenta a caridade e a solidariedade, especialmente para com os mais necessitados.

A Igreja sabe que o empreendimento leva a geração de empregos e torna mais acessível os alimentos, bens de consumo e os serviços necessários para uma vida digna.

A maior “exclusão social” é o desemprego, pois priva os indivíduos e famílias do acesso aos bens necessários para uma vida digna.
São os empresários que geram empregos, de modo que quanto mais se facilitar o empreendimento, mais empregos serão criados, gerando bens que a todos poderão beneficiar.

Os católicos irão seguir a doutrina da Igreja ou o socialismo da CNBB?

Equipe Templário de Maria

Deslize para ver mais...

Veja Também:

AS OBRIGAÇÕES E DIREITOS DOS LEIGOS
AS OBRIGAÇÕES E DIREITOS DOS LEIGOS

No Título II o CIC dispõe sobre as obrigações e direitos de todos os fiéis leigos. Seguem alguns dos deveres e direitos de todos os fiéis, extraídos do Caderno de Direito Canônico, escrito por D. Lelis Lara, C.SsR: – O dever de guardar a comunhão eclesial (cân. 209, §1); – O dever de cumprir os

QUARTA-FEIRA DE CINZAS
QUARTA-FEIRA DE CINZAS

No próximo dia 1º de março, a Igreja celebra a Quarta-feira de Cinzas, dando início à Quaresma, tempo de preparação para a Páscoa. Recordamos algumas coisas essenciais que todo católico precisa saber para poder viver intensamente este tempo. 1. O que é a Quarta-feira de Cinzas? É o primeiro dia da Quaresma, ou seja, dos

DO APEGO DESORDENADO AOS PARENTES. (Sto Afonso Maria de Ligório)
DO APEGO DESORDENADO AOS PARENTES. (Sto Afonso Maria de Ligório)

Aquele que se entrega a Deus já não se pertence. Deixa de existir aos seus próprios olhos, não vive em si mesmo, mas nAquele a quem se entregou, e não tem outros interesses a não ser os do Mestre. Esquecer-se de si próprio, por amor, eis a grande lei de toda a vida espiritual. Esquecer-se

A BUSCA PELO SUCESSO E A RENÚNCIA DE SI MESMO
A BUSCA PELO SUCESSO E A RENÚNCIA DE SI MESMO

Os primeiros Padres da Igreja – falo do século terceiro, mais ou menos ano 200, 300 – diziam uma palavra forte: ‘O dinheiro é o esterco do diabo’. Porque nos faz idolatrar e adoece a nossa mente com o orgulho, e nos torna maníacos de questões ociosas que nos afasta da fé e corrompe. Não

“SEPARAI-VOS DOS MUNDANOS” – (São Luís Maria Grignion de Montfort)
“SEPARAI-VOS DOS MUNDANOS” – (São Luís Maria Grignion de Montfort)

Seja por sempre e em todas partes conhecido, adorado, bendito, amado, servido e glorificado o diviníssimo Coração de Jesus e o Imaculado Coração de Maria Não estareis vós, sem perceber, no caminho largo do mundo, que é o caminho da perdição? Vós sabeis, mesmo, que há uma via que parece reta e segura ao homem

A origem traumática da homossexualidade masculina – Por Joseph Nicolosi
A origem traumática da homossexualidade masculina – Por Joseph Nicolosi

Como um psicólogo que trata homens de orientação homossexual, assisto com desânimo o movimento LGBT convencer o mundo que a palavra ‘gay’ precisa de uma revisão da compreensão da pessoa humana. A profissão da psicologia tem muita culpa nessa mudança. Uma vez, era geralmente consenso que a normalidade é “aquilo que funciona de acordo com

DOUTRINA CATÓLICA X DOUTRINA DA CNBB – PORTE DE ARMAS
DOUTRINA CATÓLICA X DOUTRINA DA CNBB – PORTE DE ARMAS

DOUTRINA CATÓLICA X DOUTRINA DA CNBB Quando é que o povo católico vai compreender que o ensinamento da CNBB não corresponde a doutrina católica? A CNBB (PT) diz: “Temos que apoiar o desarmamento da população, pois armas geram violência… Não podemos apoiar candidados (Bolsonaro) que são a favor das armas…” O CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA

SOBRE A MÚSICA CATÓLICA PRÓPRIA PARA SANTA MISSA.
SOBRE A MÚSICA CATÓLICA PRÓPRIA PARA SANTA MISSA.

PAPA SÃO PIO X – MOTO PRÓPRIO TRA LE SOLLICITUDINE – Sobre a Música Sacra: VI. Órgão e Instrumentos: 14. Posto que a música própria da Igreja é a música meramente vocal, contudo também se permite a música com acompanhamento de órgão. Nalgum caso particular, com as convenientes cautelas, poderão admitir-se outros instrumentos, conforme as prescrições do “Caeremoniale Episcoporum”; 15. Como o

OS SEIS PECADOS CONTRA O ESPÍRITO SANTO
OS SEIS PECADOS CONTRA O ESPÍRITO SANTO

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({}); Os pecados mortais (que são pecados graves) nos afastam de Deus e nos levam ao inferno.Somente através de uma boa e sincera confissão, é que somos perdoados. Para se fazer uma boa confissão é preciso ter fé que o padre tem o poder de absolver-te (poder esse dado pelo próprio Jesus Cristo: Àqueles a quem perdoardes os pecados, ser-lhes-ão perdoados; àqueles a quem os retiverdes, ser-lhes-ão retidos – São João 20, versículo 23). 

Indulgências Plenárias para o Dia de Finados
Indulgências Plenárias para o Dia de Finados

Indulgências Plenárias para o Dia de Finados Ao fiel que visitar devotamente um cemitério e rezar, mesmo em espírito, pelos defuntos, concede-se indulgências aplicável às almas do Purgatório. Esta indulgência será plenária (cumprindo as 4 condições), cada dia, de 01 a 08 de novembro; nos outros dias do ano será parcial; Como fazer para adquirir