DOUTRINA CATÓLICA X DOUTRINA DA CNBB – REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL

DOUTRINA CATÓLICA X DOUTRINA DA CNBB – REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL

DOUTRINA CATÓLICA X DOUTRINA DA CNBB – REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL

A CNBB (e os partidos de esquerda) diz que: A redução da maioridade penal não resolve o problema da violência; a prisão não os reeduca; que devemos lutar pelo DESENCARCERAMENTO;… Ademais esses menores infratores são crianças pobres da periferia reagindo contra uma sociedade excludente que lhes nega uma vida digna, etc…

A DOUTRINA CATÓLICA ensina:
01- Que é possível que um jovem (a partir de 16 anos) e uma jovem (a partir de 14 anos) constituam e assumam a responsabilidade de formar uma família;
02- Que “Defender o bem comum implica colocar o agressor injusto na impossibilidade de fazer o mal (Catecismo 2265);
03- Que a prisão de criminosos, independentemente da idade, é antes de tudo para proteger a sociedade e para imputar uma justa punição ao agressor;
04- Que, se um(a) jovem é moralmente capaz de assumir a responsabilidade de uma família, também é capaz de responder judicialmente pelos seus atos, especialmente se comete crimes como assassinato, estrupo, sequestro, tráfico de drogas e outros;

Além disso é preciso afirmar com base nos princípios da moral católica a luz da lógica elementar que:

01- O aprisionamento de criminosos, mesmo com 16 ou 17 anos, visa em primeiro lugar a proteção da sociedade e punição do infrator, praticando justiça para com os agredidos e para com a sociedade;
02- Que a não punição (ou a insuficiente punição) dos crimes praticados por menores, consolida a impunidade e por conseguinte incentiva o cometimento de novos crimes aumentando a violência;
03- Que creditar o cometimento de crimes por partes menores de periferia à sua condição de pobreza é uma escandalosa injustiça para com a maioria pobre da sociedade que ganha a vida com trabalho honesto sem precisar recorrer a prática de crimes;
04- Que, com certeza, o que NÃO resolve o problema da violência é a impunidade;
05- Que as vítimas dos criminosos, bem como as famílias que são diretamente afetadas pela agressão dos criminosos, merecem mais respeito e cuidados do que aqueles dispensados aos agressores.

O que os católicos irão seguir: A Doutrina da Igreja ou o ensinamento da CNBB?

Equipe Templário de Maria

 

Deslize para ver mais...

Veja Também:

Após conceber Jesus, Maria continuou Virgem?
Após conceber Jesus, Maria continuou Virgem?

Pe. Vicente, SVD Extraído do livro Respostas da Bíblia OBJEÇÃO: Os católicos ensinam que Maria ficou sempre virgem. Porém, em vários lugares da Bíblia (por ex. Mc 3,31-32) lemos de irmãos de Jesus. Portanto Maria devia ter outros filhos, além de Jesus! a) Na linguagem bíblica, “irmão” e freqüentemente usado em lugar de primo, sobrinho,

QUARTA-FEIRA DE CINZAS
QUARTA-FEIRA DE CINZAS

No próximo dia 1º de março, a Igreja celebra a Quarta-feira de Cinzas, dando início à Quaresma, tempo de preparação para a Páscoa. Recordamos algumas coisas essenciais que todo católico precisa saber para poder viver intensamente este tempo. 1. O que é a Quarta-feira de Cinzas? É o primeiro dia da Quaresma, ou seja, dos

Ainda há espaço para o “SILÊNCIO” na Santa Missa?
Ainda há espaço para o “SILÊNCIO” na Santa Missa?

Ainda há espaço para o “SILÊNCIO” na Santa Missa? “Atualmente também deveria ser redescoberta e valorizada a obediência às normas litúrgicas como reflexo e testemunho da igreja, una e universal, que se torna presente em cada celebração da eucaristia. O sacerdote, que celebra fielmente a missa segundo as normas litúrgicas, e a comunidade, que às

O QUE É UM PECADO MORTAL? QUAIS AS CONSEQUÊNCIAS?
O QUE É UM PECADO MORTAL? QUAIS AS CONSEQUÊNCIAS?

O pecado mortal (ou grave) é uma desobediência grave à Deus e à sua Lei. O pecado é mortal quando: 1- A matéria é grave( ou seja, quando se trata de algo importante) 2- Existe o conhecimento de causa( ou seja, quando a pessoa sabe o que está fazendo) 3- Há a vontade deliberada( ou

Guardar domingos e festas de guarda – Lista dos dias santos de obrigação do catolicismo
Guardar domingos e festas de guarda – Lista dos dias santos de obrigação do catolicismo

Lista dos dias santos de obrigação do catolicismo Baseando-se no terceiro mandamento da Lei de Deus (guardar os domingos e festas de guarda), a Igreja Católica estipula que todos os católicos são obrigados a irem à missa em todos os domingos e festas de guarda. Por isso, está obrigatoriamente nos Cinco Mandamentos da Igreja Católica.

OS 07 PECADOS CAPITAIS – Conhece-los para melhor os combater
OS 07 PECADOS CAPITAIS – Conhece-los para melhor os combater

OS 07 PECADOS CAPITAIS Os Sete Pecados Capitais são por muitos esquecidos, porém representam grande parte dos pecados cometidos atualmente. Portanto é muito importante para nós conhece-los para melhor os combater. Os sete pecados capitais denominam-se dessa forma por originarem outros pecados. No século IV, são Gregório Magno e são João Cassiano definiram-nos como sete:

TERÇA-FEIRA – DIA DEDICADO AOS SANTOS ANJOS
TERÇA-FEIRA – DIA DEDICADO AOS SANTOS ANJOS

Na terça-feira se recorda a devoção aos santos anjos. É uma ocasião propícia para manter viva a certeza da proteção de Deus, por meio dos seus santos anjos. Além de lembrar o lugar especial dos anjos em nossa caminhada espiritual, também é importante rezar todos os dias a oração ao anjo da guarda. Os anjos

Enquanto a modéstia não for colocada em prática, a sociedade vai continuar a degradar. (Papa Pio XII)
Enquanto a modéstia não for colocada em prática, a sociedade vai continuar a degradar. (Papa Pio XII)

Disse Nossa Senhora, em Fátima, 1917: “Serão introduzidas certas modas que ofenderão muito Nosso Senhor”. Ante o crescimento de um culto materialista a entidades maternas pagãs, é preciso lembrar que a verdadeira mãe da humanidade é aquela cujo fruto nos alimenta para a eternidade. São Padre Pio de Pietrelcina dizia sobre a modéstia: “As mulheres

É PELA EUCARISTIA E POR MARIA QUE VENCEREMOS, ADORADORES DO SANTÍSSIMO SACRAMENTO!
É PELA EUCARISTIA E POR MARIA QUE VENCEREMOS, ADORADORES DO SANTÍSSIMO SACRAMENTO!

É de extrema importância incentivar e praticar a Adoração ao Santíssimo Sacramento, e neste caso, sem mesmo estar diante de um sacrário. É por Maria, pela Eucaristia que venceremos. É assim que os leigos consagram a Deus o próprio mundo, prestando por toda a parte, a Deus, na santidade de sua vida, um culto de

Oração para Comunhão Espiritual
Oração para Comunhão Espiritual

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({}); A Comunhão Espiritual é o caminho para as pessoas que não estão em estado de graça ou que por algum motivo não podem recebê-Lo sacramentalmente na Missa, ou quando estiverem em casa, no trabalho ou nas situações de dificuldade por que se passa na vida. Qualquer pessoa pode fazer a