DOUTRINA CATÓLICA X DOUTRINA DA CNBB – REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL

DOUTRINA CATÓLICA X DOUTRINA DA CNBB – REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL

DOUTRINA CATÓLICA X DOUTRINA DA CNBB – REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL

A CNBB (e os partidos de esquerda) diz que: A redução da maioridade penal não resolve o problema da violência; a prisão não os reeduca; que devemos lutar pelo DESENCARCERAMENTO;… Ademais esses menores infratores são crianças pobres da periferia reagindo contra uma sociedade excludente que lhes nega uma vida digna, etc…

A DOUTRINA CATÓLICA ensina:
01- Que é possível que um jovem (a partir de 16 anos) e uma jovem (a partir de 14 anos) constituam e assumam a responsabilidade de formar uma família;
02- Que “Defender o bem comum implica colocar o agressor injusto na impossibilidade de fazer o mal (Catecismo 2265);
03- Que a prisão de criminosos, independentemente da idade, é antes de tudo para proteger a sociedade e para imputar uma justa punição ao agressor;
04- Que, se um(a) jovem é moralmente capaz de assumir a responsabilidade de uma família, também é capaz de responder judicialmente pelos seus atos, especialmente se comete crimes como assassinato, estrupo, sequestro, tráfico de drogas e outros;

Além disso é preciso afirmar com base nos princípios da moral católica a luz da lógica elementar que:

01- O aprisionamento de criminosos, mesmo com 16 ou 17 anos, visa em primeiro lugar a proteção da sociedade e punição do infrator, praticando justiça para com os agredidos e para com a sociedade;
02- Que a não punição (ou a insuficiente punição) dos crimes praticados por menores, consolida a impunidade e por conseguinte incentiva o cometimento de novos crimes aumentando a violência;
03- Que creditar o cometimento de crimes por partes menores de periferia à sua condição de pobreza é uma escandalosa injustiça para com a maioria pobre da sociedade que ganha a vida com trabalho honesto sem precisar recorrer a prática de crimes;
04- Que, com certeza, o que NÃO resolve o problema da violência é a impunidade;
05- Que as vítimas dos criminosos, bem como as famílias que são diretamente afetadas pela agressão dos criminosos, merecem mais respeito e cuidados do que aqueles dispensados aos agressores.

O que os católicos irão seguir: A Doutrina da Igreja ou o ensinamento da CNBB?

Equipe Templário de Maria

 

Deslize para ver mais...

Veja Também:

A realidade supera a lenda – Existe mesmo Papai Noel?
A realidade supera a lenda – Existe mesmo Papai Noel?

Existe mesmo Papai Noel? Um pouco mais cedo ou um pouco mais tarde, toda criança faz esta pergunta. E os pais podem responder facilmente a seus filhos, contando-lhes a bela vida de São Nicolau. Ricardo Basso Aproxima-se o Natal! Nos centros comerciais vê-se freqüentemente um personagem com trajes de cores vivas, despertando a curiosidade geral

Orientações acerca das Indulgências Plenárias
Orientações acerca das Indulgências Plenárias

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({}); Escute o áudio do Padre Rodrigo Maria acerca de orientações para lucrar uma Indulgência Plenária: Clique acima para escutar o áudio do Padre Rodrigo Maria … Para lucrar uma INDULGÊNCIA PLENÁRIA é preciso preencher algumas condições condições: a) confissão sacramental – cada confissão vale para as indulgências obtidas até uns 15 dias antes e para as que serão obtidas até uns 15 dias depois de recebido o sacramento; b) comunhão eucarística – é necessária uma comunhão para cada indulgência; c) oração nas intenções do Sumo Pontífice – rezar para cada indulgência; d) exclusão de qualquer apego ao pecado, mesmo venial. Tenho que me confessar, comungar e rezar pelo Papa no mesmo dia? As três condições podem ser preenchidas em dias diversos, antes ou após a realização da obra prescrita; mas convém que a comunhão e a oração nas intenções do Soberano Pontífice se façam no mesmo dia em que se faz a obra. Quais as orações devo fazer pelas intenções do Santo Padre? A condição da oração nas intenções do Sumo Pontífice pode ser plenamente cumprida recitando em suas intenções um Pai-nosso e Ave-Maria; mas é facultado a todos os fiéis recitarem qualquer outra oração conforme sua piedade e devoção para com o Pontífice Romano. Também é muito importante ressaltar que, para lucrar qualquer indulgência plenária, é imprescindível que não tenhamos nenhum apego ao pecado, mesmo pecados veniais. Portanto, qualquer pessoa que se mantenha cometendo pecados com certa frequência, como vícios e outros tipos de pecados que se repetem, mesmo que sejam veniais, sem nem mesmo lutar para se afastar deles, não conseguirá lucrar uma indulgência plenária, apenas parcial. Veja também, nas imagens abaixo, duas páginas do catecismo essencial com ensinamentos acerca das indulgências parciais e plenárias: Lembrando possível lucrar uma indulgência plenária por dia, veja os ensinamentos da igreja, e procure se esforçar para lucrá-las. (utilize as setas sobre a imagem para avançar para a próxima página) Assista ao vídeo do Padre Rodrigo Maria sobre Indulgências: https://www.youtube.com/watch?v=z5XzsE_MQk8 O que é indulgência plenária? A doutrina e o uso das indulgências na Igreja Católica há vários séculos encontram sólido apoio na Revelação divina, e vem dos Apóstolos. “Indulgência é a remissão, diante de Deus, da pena temporal devida aos pecados já perdoados quanto à culpa, que o fiel, devidamente disposto e em certas e determinadas condições, alcança por meio da Igreja, a qual, como dispensadora da redenção, distribui e aplica, com autoridade, o tesouro das satisfações de Cristo e dos Santos”. (Norma 1 do Manual das Indulgências).

Guardar domingos e festas de guarda – Lista dos dias santos de obrigação do catolicismo
Guardar domingos e festas de guarda – Lista dos dias santos de obrigação do catolicismo

Lista dos dias santos de obrigação do catolicismo Baseando-se no terceiro mandamento da Lei de Deus (guardar os domingos e festas de guarda), a Igreja Católica estipula que todos os católicos são obrigados a irem à missa em todos os domingos e festas de guarda. Por isso, está obrigatoriamente nos Cinco Mandamentos da Igreja Católica.

A BUSCA PELO SUCESSO E A RENÚNCIA DE SI MESMO
A BUSCA PELO SUCESSO E A RENÚNCIA DE SI MESMO

Os primeiros Padres da Igreja – falo do século terceiro, mais ou menos ano 200, 300 – diziam uma palavra forte: ‘O dinheiro é o esterco do diabo’. Porque nos faz idolatrar e adoece a nossa mente com o orgulho, e nos torna maníacos de questões ociosas que nos afasta da fé e corrompe. Não

UM GRANDE TESTEMUNHO SOBRE A EUCARISTIA
UM GRANDE TESTEMUNHO SOBRE A EUCARISTIA

Uma das histórias mais incríveis e emocionantes de amor a Jesus Eucarístico: com apenas 11 anos de idade, ela consolou do coração de Deus Alguns meses antes de sua morte, o Bispo Fulton J. Sheen foi entrevistado pela rede nacional de televisão: “Bispo Sheen, milhares de pessoas em todo o mundo inspiram-se em você. Em

LEIA ONLINE: CATECISMO ESSENCIAL | Leitura obrigatória a todos os Católicos
LEIA ONLINE: CATECISMO ESSENCIAL | Leitura obrigatória a todos os Católicos

Catecismo Essencial Aguarde até o carregamento da página ser concluído completamente, pode demorar um pouco, ou então, clique aqui para baixar a versão em PDF (Clique com o botão direito do mouse, e escolha a opção “Salvar Como…” ou “salvar link como…”) É possível melhorar a navegação clicando sobre a imagem e, caso necessário, também é

CAMPANHA CONTRA OS SACRILÉGIOS E PROFANAÇÕES AO SANTÍSSIMO SACRAMENTO
CAMPANHA CONTRA OS SACRILÉGIOS E PROFANAÇÕES AO SANTÍSSIMO SACRAMENTO

CAMPANHA CONTRA OS SACRILÉGIOS E PROFANAÇÕES AO SANTÍSSIMO SACRAMENTO #PelaComunhaoNaBoca Iniciemos uma grande campanha junto aos fiéis e também aos sacerdotes para honrar Nosso Senhor no Santíssimo Sacramento do Altar, incentivando a comunhão na boca e o tanto quanto possível, de joelhos. E dessa forma, possamos evitar muitos sacrilégios e roubos à Santíssima Eucaristia. Aconselhamos

A DIGNIDADE DO SACERDÓCIO CATÓLICO.
A DIGNIDADE DO SACERDÓCIO CATÓLICO.

Diz Santo Afonso maria de Ligório: “O empenho com que os demônios trabalham na nossa ruína, deve excitar o nosso zelo, em assegurarmos a salvação. Ó, como esses inimigos terríveis porfiam em perder um padre! Ambicionam com mais ardor a perda dum padre, que a de cem seculares, não só porque a vitória alcançada sobre um padre é para eles um triunfo mais brilhante, mas porque um padre na sua queda arrasta muitos outros desgraçados para o abismo”- (fonte : Santo Afonso de Ligório, trecho retirado do livro “A  Selva” – O Mal da Tibieza no Padre, III).

“CAMPANHA DO PRECIOSÍSSIMO SANGUE”
“CAMPANHA DO PRECIOSÍSSIMO SANGUE”

“CAMPANHA DO PRECIOSISSIMO SANGUE” Clame o revestimento do Sangue por você, sua família e todas as suas causas. Julho, mês dedicado ao Preciosíssimo Sangue de Jesus. Queremos reforçar essa devoção tão salutar e poderosa e convidar você a clamar o Sangue de Jesus sobre sua casa e todas as suas causas. Não basta crermos no

MENTIRAS PROTESTANTES – DOUTRINAS CATÓLICAS TEM ORIGENS PAGÃS.
MENTIRAS PROTESTANTES – DOUTRINAS CATÓLICAS TEM ORIGENS PAGÃS.

Em 1858 – Inventam a mentira que as doutrinas católicas têm origens pagãs: o ministro protestante escocês Alexander Hislop, publica o mentiroso livro “A Duas Babilônias”, onde alega que a religião da antiga Babilônia, sob a liderança do Nimrod e sua esposa, recebeu mais tarde disfarces de sonoridade cristã, transformando-se na Igreja Católica Apostólica Romana.