Quando se peca gravemente contra os pais?

Quando se peca gravemente contra os pais?

No que diz respeito aos mandamentos do decálogo, muito se questiona a respeito dos pecados graves contra os pais. Isto porque muitos padres, infelizmente, descuidam de ensinar corretamente a moral católica desde os princípios mais básicos, tornando a fé católica um rigorismo cego ou um laxismo despreocupado.

Dito isto, pretendemos com Santo Afonso Maria de Ligório, destrinchar as verdades da fé no que diz respeito ao amor e a reverência aos nossos pais e superiores.

Santo Afonso, quando fala sobre o amor aos pais e superiores em sua Teologia Moral, inicia dizendo que:

(…) Os filhos são obrigados, por força do quarto mandamento, tanto aos pais como aos superiores, naquelas coisas nas quais cada um e enquanto lhes é submetido, prestar amor, reverência e obediência, de tal modo que se houver um notável defeito destas coisas em matéria grave, gravemente se peca, o que ocorre mais facilmente em relação aos pais do que aos demais.

Continua falando onde se peca gravemente:

Peca gravemente contra o amor o filho que mostra sinais de ódio aos pais e os trata asperamente. Que quase sempre os olha com olhos turvos e que lhes fala tão asperamente como se lhes tivesse ódio. Que não os auxilia em grave necessidade espiritual ou corporal, de onde que também pecam gravemente os filhos que negligenciam oferecer preces e sacrifícios pelos pais, conforme sustentam os Salmanticenses.

Sobre as necessidades espirituais dos pais, é muito objetivo quanto diz:

(…) Pecam gravemente os filhos que não cuidam para que os pais, constituídos em artigo de morte, recebam o sacramento da Penitência e outros.

Examinemos nossa consciência e, arrependidos de nossos pecados, confessemos nossos desamores aos  nossos pais para que assim possamos receber dignamente o Sacramento da Comunhão e possamos usufruir de seus frutos espirituais. Desta forma, damos passos ainda mais firmes neste processo de santificação.

Teologia Moral, Santo Afonso Maria de Ligório, Livro III Tratado III Capítulo II: Sobre o Quarto Preceito do Decálogo: Honra o teu pai, etc.

Deslize para ver mais...

Veja Também:

O Sacramento da Comunhão para quem vive a segunda união.
O Sacramento da Comunhão para quem vive a segunda união.

Desta vez atenho-me em compartilhar esse brilhante testemunho que evidencia os frutos da obediência que colhem aqueles que seguem a risca os ensinamentos de Jesus Cristo conservados pela Igreja desde sempre e para sempre. Como disse o Papa Pio XII: “O matrimônio entre batizados validamente contraído e consumado não pode ser dissolvido por nenhum poder

A EXISTÊNCIA DO DEMÔNIO
A EXISTÊNCIA DO DEMÔNIO

Declarou o Papa São Félix III: “Não se opor a um erro é aprová-lo. Não defender a verdade é suprimi-la”. Em uma recente entrevista ao jornal espanhol ‘El Mundo’, o Padre Arturo Sosa assinalou que “fizemos figuras simbólicas, como o diabo, para expressar o mal”. Recordemos, que o IV Concílio Ecumênico Lateranense, em 1215, declarou

Oração para Comunhão Espiritual
Oração para Comunhão Espiritual

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({}); A Comunhão Espiritual é o caminho para as pessoas que não estão em estado de graça ou que por algum motivo não podem recebê-Lo sacramentalmente na Missa, ou quando estiverem em casa, no trabalho ou nas situações de dificuldade por que se passa na vida. Qualquer pessoa pode fazer a

A ALTÍSSIMA VIRTUDE DA HUMILDADE E DA POBREZA CRISTÃ.
A ALTÍSSIMA VIRTUDE DA HUMILDADE E DA POBREZA CRISTÃ.

A humildade dá uma noção verdadeira de Deus, dos outros e de nós mesmos, apreciando cada um pelo seu justo valor e dando-lhe de todo modo o que lhe é devido. Mas essa virtude tão bela, tão oportuna, tão razoável, encontra grandes dificuldades na nossa natureza viciada e pede um poderoso recurso de graças. Ela é qualquer coisa de tão grande, de tão heroico, que os próprios apóstolos tiveram grande dificuldade em aprendê-la. Depois de seguirem três anos inteiros o Filho de Deus e de com ele aprenderem, depois de terem sob os olhos seus exemplos de profundo abaixamento, eles ainda disputavam entre si para saber a quem era que cabia o primeiro lugar entre eles.

DO APEGO DESORDENADO AOS PARENTES. (Sto Afonso Maria de Ligório)
DO APEGO DESORDENADO AOS PARENTES. (Sto Afonso Maria de Ligório)

Aquele que se entrega a Deus já não se pertence. Deixa de existir aos seus próprios olhos, não vive em si mesmo, mas nAquele a quem se entregou, e não tem outros interesses a não ser os do Mestre. Esquecer-se de si próprio, por amor, eis a grande lei de toda a vida espiritual. Esquecer-se

DOMINGO,DIA DO SENHOR
DOMINGO,DIA DO SENHOR

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({}); Domingo é o Dia do Senhor! São João Maria Vianey dizia: “Um domingo sem Missa é uma semana sem Deus“. A nossa fé nos agrega numa grande família, que é a Igreja, onde colocamos em prática nossa fé. Na igreja recebemos o suporte necessário para crescer na formação humana, na espiritualidade e em todos os tesouros sacramentais para nossa salvação.

A IOGA É UMA ATIVIDADE DEMONÍACA – (PE. Gabriele Amorth)
A IOGA É UMA ATIVIDADE DEMONÍACA – (PE. Gabriele Amorth)

Diversas religiões orientais têm sido introduzidas no Brasil, provocando interesse no público. O bloco mais denso provém da Índia. Traz duas notórias características: o panteísmo (tudo é divindade, e vice-versa) e o reencarnacionismo, doutrina ligada à anterior, pois se não há um Deus distinto do homem, é o homem mesmo quem se salva; se não o consegue numa encarnação, há

Ateísmo e suas causas – por Antonio Royo Marín, O.P.
Ateísmo e suas causas – por Antonio Royo Marín, O.P.

1. Noção e divisão O ateísmo consiste na negação radical da existência de Deus. Ateu (do grego ἄθεος = sem Deus) é o sujeito que ignora ou se nega a aceitar a existência do Ser Supremo e que, por isso, não pratica religião alguma. Existem duas classes de ateus: teóricos e práticos. a) TEÓRICOS são

“SEPARAI-VOS DOS MUNDANOS” – (São Luís Maria Grignion de Montfort)
“SEPARAI-VOS DOS MUNDANOS” – (São Luís Maria Grignion de Montfort)

Seja por sempre e em todas partes conhecido, adorado, bendito, amado, servido e glorificado o diviníssimo Coração de Jesus e o Imaculado Coração de Maria Não estareis vós, sem perceber, no caminho largo do mundo, que é o caminho da perdição? Vós sabeis, mesmo, que há uma via que parece reta e segura ao homem

A realidade supera a lenda – Existe mesmo Papai Noel?
A realidade supera a lenda – Existe mesmo Papai Noel?

Existe mesmo Papai Noel? Um pouco mais cedo ou um pouco mais tarde, toda criança faz esta pergunta. E os pais podem responder facilmente a seus filhos, contando-lhes a bela vida de São Nicolau. Ricardo Basso Aproxima-se o Natal! Nos centros comerciais vê-se freqüentemente um personagem com trajes de cores vivas, despertando a curiosidade geral