”QUEM REZA SE SALVA, QUEM NÃO REZA SE CONDENA” | Padre Rodrigo Maria

”QUEM REZA SE SALVA, QUEM NÃO REZA SE CONDENA” | Padre Rodrigo Maria

 

”Quem reza se salva, quem não reza se condena.”

Esta famosa frase de Santo Afonso Maria de Ligório, resume em poucas palavras uma das leis mais fundamentais vida espiritual.

Quem ainda não se convenceu da absoluta necessidade que temos da oração em nossa vida para sermos capazes de perseverar na graça, ainda não entendeu nada da vida espiritual e está fadado a ser sempre prisioneiro de satanás por meio de muitos vícios.

Rezar, não é apenas importante, mas necessário, se queremos obter as graças necessárias para evitar o mau e fazer o bem, cumprindo com as nossas obrigações e deveres de estado.

Quando uma pessoa, já basicamente instruída na fé, não tem vida de oração, ela saberá tudo o que é certo, mas fará tudo que é errado, pois lhe faltará a força que vem do alto, pela oração, para resistir às tentações e fazer o que tem que ser feito.

Tudo o que é necessário para se ter vida de oração é a determinação de começar e a disciplina de continuar…

É fundamental rezar pela manhã, ao menos meia hora, ou seja, as orações da manhã, o terço de Nossa Senhora e um capítulo da Sagrada Escritura, especialmente do Novo Testamento.

É NECESSÁRIO ORGANIZAR O TEMPO E ACORDAR AO MENOS MEIA HORA MAIS CEDO…quando não se é capaz de se fazer o mínimo de sacrifício para honrar a Deus e manter uma vida de oração, não se será capaz de perseverar na comunhão com Deus.

Quando se persevera na prática desse mínimo, logo se encontrará tempo para outros momentos de oração ou leitura espiritual.
Também se pode aproveitar outros momentos como a ida para a escola ou trabalho, os afazeres domésticos, para se ir rezando ou escutando palestras de formação.

Se as pessoas rezassem de modo perseverante, teriam uma vida mais feliz, teriam mais paz e não se abateriam tanto com as adversidades da vida. Se rezassem, suas vidas e suas famílias seriam muito mais protegidas contra o mal, seriam mais unidos e mais capazes de pedir e de oferecer o perdão e teriam mais forças para recomeçar… e o que é o mais importante: obteriam as graças necessárias para perseverarem na comunhão com Deus e se salvarem…é por isso que Nossa Senhora em suas aparições insiste tanto: rezem, rezem, rezem…
Só precisamos começar…

Pe. Rodrigo Maria
escravo inútil da Santíssima Virgem

Assista ao vídeo do Padre Rodrigo Maria, feito especialmente para a quaresma: