UM SUÍCIDA ESTÁ CONDENADO?

UM SUÍCIDA ESTÁ CONDENADO?

Antigamente se pensava que sim, embora a Igreja nunca tenha ensinado isso oficialmente; pois ela nunca disse o nome de um condenado. Hoje, com a ajuda da psicologia e psiquiatria, sabemos que a culpa do suicida pode ser muito diminuída devido a seu estado de alma.

O Catecismo da Igreja Católica ensina que:

§2280 Cada um é responsável por sua vida diante de Deus que lha deu e que dela é sempre o único e soberano Senhor. Devemos receber a vida com reconhecimento e preservá-la para sua honra e a salvação de nossas almas. Somos os administradores e não os proprietários da vida que Deus nos confiou. Não podemos dispor dela.

§2281 O suicídio contradiz a inclinação natural do ser humano a conservar e perpetuar a própria vida. É gravemente contrário ao justo amor de si mesmo. Ofende igualmente o amor do próximo porque rompe injustamente os vínculos de solidariedade com as sociedades familiar, nacional e humana, às quais nos ligam muitas obrigações. O suicídio é contrário ao amor do Deus vivo.

Mas o Catecismo lembra também que a culpa da pessoa suicida pode ser muito diminuída:

§2282 Se for cometido com a intenção de servir de exemplo, principalmente para os jovens, o suicídio adquire ainda a gravidade de um escândalo. A cooperação voluntária ao suicídio é contrário à lei moral. Distúrbios psíquicos graves, a angústia ou o medo grave da provação, do sofrimento ou da tortura podem diminuir a responsabilidade do suicida”.

Portanto, ninguém deve pensar que a pessoa que se suicidou esteja condenada por Deus; os caminhos de Sua misericórdia são desconhecidos de nós. O Catecismo manda rezar por aqueles que se suicidaram:

§2283 Não se deve desesperar da salvação das pessoas que se mataram. Deus pode, por caminhos que só ele conhece, dar-lhes ocasião de um arrependimento salutar. A Igreja ora pelas pessoas que atentaram contra a própria vida.

Certa vez, São João Maria Vianney, também conhecido como Cura D’Ars, ao celebrar a Santa Missa notou que uma mulher vestida de luto estava no final da igreja chorando, seu marido havia se suicidado na véspera, saltando da ponte de um rio. O santo foi até ela no final da Celebração Eucarística e lhe disse: Pode parar de chorar, seu marido foi salvo, está no Purgatório; reze por sua alma. E explicou à pobre viúva: Por causa daquelas vezes que ele rezou o Terço com você, no mês de maio, Nossa Senhora obteve de Deus para ele a graça do arrependimento antes de morrer. Não devemos duvidar dessas palavras.

Prof. Felipe Aquino

Deslize para ver mais...

Veja Também:

Família, a pedra no sapato do marxismo
Família, a pedra no sapato do marxismo

Texto de Ricardo Roveran Quem acredita que o comunismo acabou com a queda do Muro de Berlim, precisa se atualizar, o que afinal estará então ocorrendo na Coreia do Norte e Cuba?! O comunismo não acontece do dia para a noite, como um passe de mágica em uma varinha de condão, há um processo de passagem

SANTA SÉ: POSIÇÃO OFICIAL DA IGREJA CATÓLICA SOBRE A MAÇONARIA.
SANTA SÉ: POSIÇÃO OFICIAL DA IGREJA CATÓLICA SOBRE A MAÇONARIA.

Hoje a Maçonaria atrai muitos católicos, infelizmente, embora a Igreja proíba que nos tornemos maçons. Com todo o respeito que devemos a cada pessoa, em face à sua opção, devemos, contudo, lembrar aos que querem ser autenticamente católicos, que a filiação à Maçonaria é considerada pela Igreja Católica “pecado grave”, já que as concepções de

INDULGÊNCIA – A GRANDE MISERICÓRDIA DE DEUS DESCONHECIDA POR QUASE TODOS OS CRISTÃOS
INDULGÊNCIA – A GRANDE MISERICÓRDIA DE DEUS DESCONHECIDA POR QUASE TODOS OS CRISTÃOS

INDULGÊNCIA – A GRANDE MISERICÓRDIA DE DEUS DESCONHECIDA POR QUASE TODOS OS CRISTÃOS Clique acima para assistir ao vídeo do Padre Rodrigo Maria … Para lucrar uma INDULGÊNCIA PLENÁRIA é preciso preencher algumas condições condições: a) confissão sacramental – cada confissão vale para as indulgências obtidas até uns 15 dias antes e para as que

LEIA ONLINE: CATECISMO ESSENCIAL | Leitura obrigatória a todos os Católicos
LEIA ONLINE: CATECISMO ESSENCIAL | Leitura obrigatória a todos os Católicos

Catecismo Essencial Aguarde até o carregamento da página ser concluído completamente, pode demorar um pouco, ou então, clique aqui para baixar a versão em PDF (Clique com o botão direito do mouse, e escolha a opção “Salvar Como…” ou “salvar link como…”) É possível melhorar a navegação clicando sobre a imagem e, caso necessário, também é

O QUE É UM PECADO MORTAL? QUAIS AS CONSEQUÊNCIAS?
O QUE É UM PECADO MORTAL? QUAIS AS CONSEQUÊNCIAS?

O pecado mortal (ou grave) é uma desobediência grave à Deus e à sua Lei. O pecado é mortal quando: 1- A matéria é grave( ou seja, quando se trata de algo importante) 2- Existe o conhecimento de causa( ou seja, quando a pessoa sabe o que está fazendo) 3- Há a vontade deliberada( ou

DOUTRINA CATÓLICA X DOUTRINA DA CNBB – REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL
DOUTRINA CATÓLICA X DOUTRINA DA CNBB – REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL

DOUTRINA CATÓLICA X DOUTRINA DA CNBB – REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL A CNBB (e os partidos de esquerda) diz que: A redução da maioridade penal não resolve o problema da violência; a prisão não os reeduca; que devemos lutar pelo DESENCARCERAMENTO;… Ademais esses menores infratores são crianças pobres da periferia reagindo contra uma sociedade excludente

BENTO XVI: “FRENTE AO RELATIVISMO E A MEDIOCRIDADE, SURGE A NECESSIDADE DA RADICALIDADE”.
BENTO XVI: “FRENTE AO RELATIVISMO E A MEDIOCRIDADE, SURGE A NECESSIDADE DA RADICALIDADE”.

Nos ensinou o Papa emérito, Bento XVI: “Frente ao relativismo e a mediocridade, surge a necessidade da radicalidade. A radicalidade evangélica é estar em Cristo, firmes na fé. No momento atual se vive um eclipse de Deus, uma certa amnésia e uma verdadeira rejeição do cristianismo , uma negação do tesouro da fé recebida, com o risco de se perder o que mais profundamente caracteriza os católicos” – (Fonte: Papa Bento XVI , na jornada mundial da juventude em Madri).

A ALTÍSSIMA VIRTUDE DA HUMILDADE E DA POBREZA CRISTÃ.
A ALTÍSSIMA VIRTUDE DA HUMILDADE E DA POBREZA CRISTÃ.

A humildade dá uma noção verdadeira de Deus, dos outros e de nós mesmos, apreciando cada um pelo seu justo valor e dando-lhe de todo modo o que lhe é devido. Mas essa virtude tão bela, tão oportuna, tão razoável, encontra grandes dificuldades na nossa natureza viciada e pede um poderoso recurso de graças. Ela é qualquer coisa de tão grande, de tão heroico, que os próprios apóstolos tiveram grande dificuldade em aprendê-la. Depois de seguirem três anos inteiros o Filho de Deus e de com ele aprenderem, depois de terem sob os olhos seus exemplos de profundo abaixamento, eles ainda disputavam entre si para saber a quem era que cabia o primeiro lugar entre eles.

[SANTA MISSA] Canto do Glória: Sugestão de Música Litúrgica
[SANTA MISSA] Canto do Glória: Sugestão de Música Litúrgica

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({}); Aproveitando que muitos músicos estão neste momento se preparando para o tempo do Natal, gostaríamos de sugerir uma linda canção para ser usada no momento do Glória, durante a santa missa.   Sabemos que este momento exige que a música seja adequada e que a letra não seja alterada, mas

SOBRE A NOSSA VIDA DE ORAÇÃO: QUEM NÃO REZA, SE CONDENA.
SOBRE A NOSSA VIDA DE ORAÇÃO: QUEM NÃO REZA, SE CONDENA.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({}); Um bom cristão, pela manhã, assim que desperta, deve fazer o sinal da Cruz, e oferecer o coração a Deus, dizendo estas ou outras palavras semelhantes: “Meu Deus, eu vos dou o meu coração e a minha alma”. Ao levantar da cama e enquanto nos vestimos, deveríamos pensar que Deus está presente, que este dia pode ser o último da nossa vida; ademais, devemos levantar-nos e vestir-nos com toda a modéstia possível. A um bom cristão, apenas se tenha levantado e vestido, convém pôr-se na presença de Deus e ajoelhar-se, se pode, diante de alguma devota imagem, dizendo com devoção: “Eu Vos adoro, meu Deus, e Vos amo de todo o coração; dou-Vos graças por me terdes criado, feito cristão e conservado nesta noite; ofereço-Vos todas as minhas ações, e peço-Vos que neste dia me preserveis do pecado, e me livreis de todo o mal. Assim seja”.